O SEU JOVEM NAMORADO NÃO É NERVOSO, É DOENTE!


ENVIAR 35 MENSAGENS durante o dia para dizer que te ama e perguntar onde está não é uma prova de amor. É uma prova de que ele é um controlador e que, se você deixa que ele faça e não põe um limite a tempo, a coisa só vai piorar ainda mais.
FAZER PERGUNTAS SOBRE DINHEIRO não é indício de estar atento aos tempos difíceis em que vivemos e reflexo de uma educação de poupança. Falar muitas vezes disso indica, isso sim, que um dia ele vai querer controlar o teu dinheiro. Aliás, se dependesse dele, era ele que geria já a tua mesada. Quanto gasta. Quando gasta. Em que gasta. Quando se der conta, estará pedindo autorização a ele para comprar coisas para você.
PEDIR A SENHA DO TEU E-MAIL ou da tua conta de Facebook não é sinal de que vocês nada têm a esconder um do outro. Não é sinal de que, entre vocês, tudo é um livro aberto. Mesmo que ele insista em dar a senha dele. Isso é um sinal de desconfiança permanente. E um passo grande para o fim da tua privacidade. Sabe o que é privacidade, certo? É um território seu, onde mais ninguém entra. A não ser que você queira.
OS COMENTÁRIOS SOBRE A ROUPA QUE USA ou o novo corte de cabelo não revelam um ciúminho saudável. Revelam que é ciumento. Ponto. Pouco lhe importa se você gosta daquela blusa ou daquelas calças apertadas. Entre os argumentos usados, talvez ele diga que já não precisa se vestir assim, porque isso atrai a atenção de outros rapazes e você já tem namorado. Se não for capaz de lhe dizer, na altura, que se veste assim porque te agrada, não para lhe agradar, pensa que este é o mesmo princípio que leva muitas sociedades a obrigar as mulheres a usar burka… Não é exagero. Controlar o que você veste é exatamente a mesma coisa.
PERGUNTAR A TODA A HORA QUEM É QUE TE TELEFONOU ou ver o teu celular, à procura das chamadas feitas e atendidas e das mensagens enviadas e recebidas não é um reflexo de pequeno ciúme. É um sinal de grande insegurança. Faça o que fizer, dê as provas de amor que der (na tua idade, o amor ainda tem muito para rolar, mas perceberá isso com o tempo), ele sentirá sempre que é pouco. E vai querer mais, e mais. E você terá cada vez menos e menos.
APERTAR O BRAÇO COM MAIS FORÇA num dia em que se chatearam e lhe passou qualquer coisa ruim pela cabeça não é um caso isolado e uma coisa que deva minimizar porque ele estava nervoso. Aconteceu daquela vez e é muito, muito, muito provável que volte a acontecer. Um dia ele estará mais nervoso. E a marca no teu braço será maior. E mesmo que ele «nunca tenha encostado um dedo» em você, a violência psicológica pode ser tão ou mais grave do que a física.
GOSTAR DE VOCÊ, MAS NÃO GOSTAR de estar com os teus amigos não é amor. É controle. E é errado. O isolamento social é terrível. Continuar a telefonar insistentemente depois de você ter dito que quer acabar a relação, ou encher o celular com mensagens pregando amor eterno, não significa que ele esteja sofrendo muito. Significa, sim, uma frustração em lidar com a rejeição. E se pensar em voltar para ele, pense que da próxima vez que isso acontecer ele vai telefonar mais vezes. E enviar mais mensagens.
GUARDAR ESTAS COISAS PARA VOCÊ não é um sintoma da sua timidez. Não quer dizer que seja reservada. É uma estratégia de defesa sua. E um pouco de vergonha, não é? E que tal partilhar isso? Ficaria espantada com a quantidade de amigas que passam por situações semelhantes.
Talvez a sua filha não leia isto. Mas que tal lhe mostrar, para ela pensar um pouco?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gás de cozinha salta quase 50% e botijão já é vendido por R$ 110

Revendedores avaliam que os botijões de 13kg viraram “produto de luxo” Cozinhar dentro de casa passou a ter um gosto mais salgado no...